União pretende cobrar mais de R$ 900 mil de prefeitos gaúchos cassados desde 2004
22/02/2012

Os custos de pelo menos 12 eleições suplementares realizadas no Estado desde 2004 — estimados em até R$ 911 mil — podem acabar debitados na conta de políticos cassados...

Desde janeiro, esses e outros casos estão sendo analisados pela Advocacia-Geral da União (AGU), que assinou um convênio com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para iniciar uma enxurrada de ações no país. A intenção é recuperar o dinheiro gasto pelo governo federal.

Ao todo, o TSE contabiliza 176 disputas complementares no Brasil, a um custo de R$ 6 milhões. Esse tipo de pleito acontece sempre que a votação regular é anulada, caso o registro de candidatura do eleito seja rejeitado ou ele tenha o mandato cassado.

No Estado, conforme o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), há o registro de 17 eleições suplementares desde 2004. Por enquanto, a AGU não confirma quantas serão alvo de processo, mas pelo menos 12 foram desencadeadas por cassações decorrentes de supostas práticas ilícitas na campanha.

— Todos esses casos, em tese, se enquadram na possibilidade de ação judicial. Existe relação entre a conduta do político cassado e os danos causados aos cofres públicos — diz o procurador regional da União na 4ª Região, Luis Antônio Alcoba de Freitas.

A previsão da AGU é começar a deflagrar os processos ainda no primeiro semestre. O cálculo dos valores cobrados será feito com a ajuda do TSE, com base em despesas como transporte de urnas e auxílio-alimentação aos mesários.

O custo médio por voto é estimado em R$ 3,50 no país. Embora o valor a ser recuperado no Estado represente 15,2% da projeção nacional, a iniciativa é elogiada pelo procurador regional eleitoral, Carlos Augusto da Silva Cazarré:

— Toda vez que temos a anulação de uma eleição por prática de ato ilícito, existe um ônus. Essa medida tem caráter repressivo e preventivo, porque vai desestimular más condutas.

Entre especialistas, a novidade também é bem-vinda, mas com ressalvas. Para o cientista político Ricardo Caldas, da UnB, o mesmo rigor adotado nesse caso deveria valer também para outras esferas:

— É fácil fazer demagogia contra prefeitos que não têm peso político. Eu queria ver fazerem o mesmo com quem se envolveu no mensalão ou com ministros corruptos.

 

Fonte: Jornal Zero Hora.

voltar

Resultado da loteria

Extração nº 5216
Realizada em 20/09/2017
1º - 83241
2º - 31914
3º - 27176
4º - 49605
5º - 51596

Recados

16/09/2017 07:42:27
Ivaldi 37621000
Quero participar do sorteio Porque a plantinha não vai para o Hospital nem de noite e nem de madrugada Porque só tem médico de plantão

05/09/2017 07:14:14
lacir freisleben
toca a musica ta italia nos si amo partiti

19/08/2017 07:51:03
lacir freisleben
quero a musica do joao do bandoneon a brindo buraco a resposta da charada e sim

29/07/2017 20:45:21
Erick e Daniel
Mandamos um abraço ao nosso amigo Gabriel Ferrari de Almeida, de teutônia. Amamos esse carinha!


2012 Rádio Tirol FM 87.5 Fone: (51) 3762-3035. Todos os direitos reservados.