Lajeado | Univates: Diálogos na Contemporaneidade segue com debate sobre gênero e mídia
13/09/2017

Transculturalismo também foi abordado por palestrantes de Portugal e do Haiti

 

 

              Segue até sexta-feira, dia 15, o Simpósio Diálogos na Contemporaneidade, que aborda o tema “Trans: gênero, cultura e subjetividade”. Nesta terça-feira, 12, após apresentação do Coral Vocalize, o diálogo principal foi realizado no Teatro Univates com a participação de Cláudia Álvares, doutora em Comunicação da Universidade Lusófona de Portugal e Joseph Handerson, antropólogo haitiano e professor da Universidade do Amapá, e mediação da professora Rosane Cardoso, que palestraram sobre “Gênero, Mídia e Transculturalismo”.

 

              Sobre o prefixo trans, que norteia os diálogos desta edição do evento, Claudia abriu sua fala destacando que o termo está relacionado à ambivalência, ao impuro, algo que está entre. A partir disso, a doutora portuguesa falou sobre o pós-feminismo, explicando que o movimento dá novos significados ao feminismo e seria a oportunidade de celebrar a feminilidade, embora isso não faça sentido em alguns contextos, como o de Portugal. “O objetivo do pós-feminismo será conviver com a ideia de que as mulheres podem ser seres autônomos de desejo, porém isso vai depender dos estereótipos colocados, o que passa pela mídia”, observa ela.

 

              Cláudia recuperou a ideia de esfera pública do sociólogo e filósofo alemão Jürgen Habermas, afirmando que ela é demasiadamente masculina. “Uma contra-esfera pública seria o pós-feminismo, que procura responder às necessidades femininas de maneira a reinterpretar definições cunhadas pelo masculino”, garantiu ela, referindo-se à ideia de silenciamento das mulheres por um longo período.

 

              Cláudia abordou ainda a representação de gênero nas redes sociais e o feminismo ético, que aceita que não há uma essência feminina. “Ou seja, nem todas as mulheres são iguais, há diferenças entre elas e essas diferenças precisam ser respeitadas. Isso está relacionado com o estereótipo feminino, produzido e reproduzido pela mídia”, afirmou ela. Em entrevista à Univates, Cláudia Álvares abordou a questão do transculturalismo, gênero e mídia, especialmente à promoção do diálogo em casos como o da exposição “Queermuseu”, encerrada recentemente no Santander Cultural, em Porto Alegre, após manifestações contrárias à mostra nas redes sociais.

 

              Já o antropólogo haitiano e professor Joseph Handerson abordou as três questões do diálogo - gênero, mídia e transculturalismo, articuladas com questões geográficas que podem ser observadas em seus estudos e na sua vivência, especialmente em relação às mulheres haitianas imigrantes em diversos países.

 

              “Falando-se no contexto migratório para o Brasil, será que o gênero é tão importante para os e as haitianos no Brasil como o é no Haiti? Quando cheguei em Manaus, eu percebi que os imigrantes reproduzem os espaços de sociabilidade do Haiti, em que havia um lugar apenas com homens e um local chamado de “casa das grávidas”, pois entre as mulheres que estavam lá havia 10 grávidas”, relatou ele.

 

              Handerson também abordou a representação da mulher haitiana pela mídia brasileira. “Essa representação vai na contramão da perspectiva das haitianas. Ao contrário do que mostra a mídia de forma homogênea, para as mulheres haitiana há uma diversidades de possibilidades de vida, de educação e de questões profissionais”, afirmou ele, indo ao encontro do feminismo ético abordado por Cláudia Álvares.

 

              O Simpósio é realizado pelo Centro de Ciências Humanas e Sociais da Univates. A programação completa pode ser conferida em www.univates.br/diálogos. A cobertura completa do evento pode ser conferida no Facebook. Mais informações pelo telefone (51) 3714-7000, ramais 5604 e 5605.

 

Programação

              A programação do evento é formada por  painéis, oficinas, palestras e atividades culturais que debatem sobre gênero, diferentes identidades possíveis, movimentos migratórios transnacionais e aspectos culturais e identitários envolvidos. As atividades Sá destinadas a estudantes da educação básica, à comunidade acadêmica da Univates e ao público em geral.

              Na quarta-feira à noite o feminismo e a resistência serão os temas da conversa com a fundadora do projeto de mídia coletiva Casa da Mãe Joanna, Joanna Burigo, e da professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) Jane Felipe de Souza.

              Na quinta-feira ocorre uma mostra artística para escolas e oficinas para estudantes de Ensino Médio, além de um sarau e de atividades voltadas aos cursos do CCHS. Já na sexta-feira o encerramento conta com a exibição e um debate dos curtas-metragens premiados "O teto sobre nós", "Pobre Preto Puto" e "Secundas", seguido de um debate com seus diretores.

 

 

Texto: Nicole Morás

Foto: Sofia Kich

Fonte: Assessoria de Imprensa 

Setor de Marketing e Comunicação - Univates

voltar

Resultado da loteria

Extração nº 5259
Realizada em 17/02/2018
1º - 61090
2º - 50484
3º - 09342
4º - 24371
5º - 43127

Recados

02/02/2018 16:24:29
Vini Zanotto: vinizanottooficial@gmail.com
Ola sou Vini Zanotto músico de Caxias do Sul, RS, gostaria de saber como posso enviar meu material para entrar na programação da rádio, aguardo seu retorno grande abraço!!!

20/01/2018 09:40:11
claudio guntzel
Bom dia Claiton! Quero desejar um feliz sábado a todos os meus amigos do grupo Amor Perfeito e a vocês da radio para este maravilhoso programa,a resposta da charada a quinta esta chocando com a kátia

20/01/2018 09:19:58
L
Queremos mandar um abraço pra todos de Estrela, Poço das Antas e Sao Pedro da Serra que estarão amanhã na Posse do Padre Ademar Ströher em Triunfo. Queremos a música Valsa da Vovó Elfrida

30/12/2017 10:22:19
Elton buth
Bom dia Claiton, estou te ouvindo aqui em Seara sc. Avisa o pessoal aí que quinta ou sexta 04 ou 05 de Janeiro estaremos indo fazer uma visita pra vcs. Vamos nuns quatro ou cinco. eu Hilda, o Airton e a esposa dele e o Rogério. Abraços e feliz ano novo a todos.


2012 Rádio Tirol FM 87.5 Fone: (51) 3762-3035. Todos os direitos reservados.