Teutônia | Justiça manda repor diretoras
09/02/2018

A postura do governo municipal em destituir quatro diretoras escolhidas por meio da Lei da Gestão Democrática foi considerada ilegal pelo Judiciário.

 

              A Comarca de Teutônia deferiu ontem pedido de liminar movido pelas servidoras. Pela decisão da juíza Patrícia Stelmar Netto, o município deve reconduzir as gestoras às instituições educacionais no prazo de 24 horas, sob pena de responsabilização criminal. A sentença foi publicada por volta das 15h

              A Comarca de Teutônia deferiu ontem, 8, pedido de liminar movido pelas diretoras escolares destituídas dos cargos na semana passada pelo Executivo. Conforme decisão extraída do site do Tribunal de Justiça, a juíza Patrícia Stelmar Netto determina a reintegração das mesmas às funções que foram eleitas, no prazo de 24 horas, sob pena de responsabilização criminal. A sentença foi publicada por volta das 15h.

              Segundo o texto do despacho, o governo afastou as diretoras com base na liminar que suspendeu de forma temporária a Lei da Gestão Democrática no ano passado. No entanto, a Ação Direta de Inconstitucionalidade foi considerada ilegítima pela Justiça e extinta em setembro, tornando-se “sem efeito no mundo jurídico”.

              “Carece, pois, a prefeitura, de justa causa para destituir as autoras de seus cargos legitimamente outorgados pela vontade popular, posto que eleitas para ocuparem o cargo de diretoras das respectivas escolas municipais”, consta na decisão. A juíza acrescenta que causa “peculiaridade” a destituição de forma verbal das diretoras, sem a emissão de ato administrativo, “ferindo princípios basilares da administração pública”.

              A comunidade escolar celebra o resultado. Conforme o professor Arnildo Grützmann, um dos colaboradores para elaboração da Lei da Gestão Democrática, a decisão da Justiça é uma vitória da democracia. “Tanto lutamos para ter a Lei da Gestão Democrática e agora conseguimos assegurar o direito das diretoras permanecerem nos cargos, respeitando o voto popular”, afirma.

Entenda o caso

              Em 31 de janeiro, o governo destituiu as diretoras da escola Guilherme Sommer, Fabiana Lampert; da Professor Teobaldo Closs, Shana Müller Vogel; da Leopoldo Klepker, Roseli Hartmann; e da Sonho de Criança, Cornélia Danzer. Elas haviam sido eleitas em 2016 pelo voto direto das comunidades escolares, com base na Lei da Gestão Democrática.

              A decisão da administração, às vésperas do início do ano letivo, gerou indignação por parte de pais, professores e estudantes, que afirmaram que a destituição ocorreu por motivações políticas, sem justa causa. A situação foi levada à Justiça.

              Para tentar validar as destituições, o Executivo convocou sessão extraordinária da câmara de vereadores e apresentou proposta para substituir a Lei da Gestão Democrática, excluindo o processo eleitoral para a escolha dos diretores. A matéria foi aprovada pela base governista em votação tumultuada nessa quarta-feira, 7.

 

 

Fonte: A Hora.

voltar

Resultado da loteria

Extração nº 5363
Realizada em 16/02/2019
1º - 08047
2º - 78683
3º - 58115
4º - 27572
5º - 02348

Recados

14/02/2019 07:19:17

23/12/2018 10:37:54
luciano wahlbrinck
Sou o LUciano Wahlbrinck de picada horst Westfália, queremos desejar um feliz natal a todos e um feliz aniversário a ti Claiton. Também quero participar do sorteio 995930828

23/12/2018 10:35:17
luciano wahlbrinck
Bom dia. Sou o Luciano Wahlbrinck de picada horst, Westfália . Quero desejar um feliz natal a todos e um feliz aniversário a ti Claiton pelo seu aniversário amanhã. também quero participar do sorteio fone 995930828

17/11/2018 07:47:22
Osmar Eugenio Neu
Guten Morgen faz tempo que não peço uma musica mas estou na escuta todos os dias, toca uma da Banda fest Danke


2012 Rádio Tirol FM 87.5 Fone: (51) 3762-3035. Todos os direitos reservados.