Teutônia | Semear: um ano de apoio escolar e ações restaurativas em Teutônia
10/08/2018

O Serviço Municipal de Apoio Escolar e Ação Restaurativa surgiu no início de 2017 e, em 3 de agosto do mesmo ano, foi aprovado o projeto de lei que institui oficialmente o Semear no município

            Um dos projetos mais marcantes na Educação de Teutônia, que presta atendimento especializado a alunos da rede municipal de ensino, está completando, oficialmente, um ano de atividades: o Serviço Municipal de Apoio Escolar e Ação Restaurativa (Semear). A iniciativa surgiu no início de 2017, mas sua instituição oficial foi aprovada pela Câmara de Vereadores no dia 3 de agosto do mesmo ano, sendo sancionado pelo prefeito Jonatan Brönstrup no dia 4 de agosto, por meio da Lei 4.817/2017.

           O serviço conta com orientadora educacional, professora dos anos iniciais especializada em educação inclusiva e em psicopedagogia, professora dos anos finais especializada em educação inclusiva e psicólogas, todos com formação como Facilitadores de Círculo de Construção de Paz e Ações Restaurativas. Duas fonoaudiólogas, além de estagiárias de pedagogia e de psicologia, também atuam no projeto. O serviço está centralizado em área reservada do Centro Municipal de Ensino Fundamental (Cemef) Leonel de Moura Brizola, no Bairro Centro Administrativo.

           O Semear tem como objetivo acolher, prestar atendimento especializado e promover ações restaurativas aos alunos da educação básica da rede pública, integrando ações executadas pelos sistemas de saúde, educação e assistência social do Município, com vistas à atenção à saúde e à aprendizagem, por meio da articulação dos saberes técnicos, científicos e pedagógicos. O público-alvo são alunos com idade entre zero e 18 anos incompletos, que apresentam dificuldades escolares e emocionais e que estão frequentando escolas públicas municipais.

           O trabalho desenvolvido pelo Semear está oportunizando resultados importantes para as famílias, conforme observa Ilda Lagemann Gehm, avó do aluno Jonas Gehm, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Getúlio Vargas, da Linha Harmonia Baixa. “Ele (Jonas) melhorou muito, principalmente na Matemática, e está mais calmo, graças ao Semear. Gostamos muito de vir aqui e dos profissionais”, ressalta.

           Para Cátia Deuner, mãe de William Deuner, da Escola Municipal Floriano Peixoto, da Linha Catarina, os benefícios do trabalho do Semear são notórios. “Sempre fomos muito bem atendidos no Semear. Meu filho tinha algumas trocas na fala. Com o comprometimento e dedicação da doutora Vanessa, ele conseguiu atingir os objetivos esperados por nós”, afirma.

           A mãe Carina Salazar comenta que o Semear foi “a luz no fim do túnel” para seu filho Nicolas, aluno da Escola Estadual de Ensino Médio Gomes Freire de Andrade e do Cemef,. “Procurei ajuda para meu filho, pois notei que ele pudesse ter algum probleminha. Sempre recebia queixas da escola e notava que ele não se relacionava bem com outras pessoas e, até mesmo, do círculo familiar. Durante vários anos busquei ajuda e só a encontrei no Semear, onde tive atenção, apoio e ajuda com médicos especializados e exames complementares”, comenta.

           A mãe ainda acrescenta que o apoio e a dedicação da equipe do Semear foram importantes, pois rapidamente seu filho teve o diagnóstico e pode iniciar seu tratamento. “Hoje podemos dizer que ele é outra criança: atenciosa, amorosa e menos ansiosa. Sou profundamente grata ao Semear e aos profissionais que abraçaram a minha causa e me auxiliaram numa hora em que eu já estava sem esperança e sem condições financeiras para ajudar o meu filho. Sem essa ajuda, eu não estaria, hoje, mais tranquila e feliz com o desenvolver do Nicolas. Obrigada a todos e, principalmente, à Rosa, que nos acolheu com toda atenção e carinho”, frisa.

           A aluna S. M., de 14 anos, da Escola Municipal 24 de Maio, aprendeu, com o Semear, algo simples, mas que faz toda a diferença no seu convívio com outras pessoas. “O Semear me ajudou em tudo que eu precisava. Aprendi que, quando outra pessoa me incomoda, eu não preciso bater. Eu posso contar à professora e que ela vai resolver e pedir para a outra pessoa parar. Eu aprendi, com o Semear, que a violência não resolve nada”, comenta.

           Para a orientadora educacional Rosana Decker, que atua em nas escolas municipais Alfredo Schneider e Dom Pedro I, o serviço está trazendo inúmeros benefícios. “O Semear é um serviço de grande importância, com uma proposta inovadora em nosso município, com profissionais capacitados para atender as mais diversas demandas, vindo ao encontro das necessidades da nossa comunidade escolar. Como orientadora, estou muito satisfeita com o serviço, pois os casos são atendidos com agilidade, eficiência e com grande preocupação no bem estar de todos”, observa.

           A orientadora educacional das escolas municipais Professor Guilherme Sommer e Leopoldo Klepker, Ingrid Kork Noal, também ressalta os benefícios do Semear. “Como orientadora educacional, fiquei muito feliz com a criação do Semear em 2017. Um serviço de apoio que representa um grande diferencial na sua organização, com profissionais competentes, e por atuar de forma integrada com os outros serviços da rede, na formação continuada dos profissionais da educação e com vários atendimentos especializados em prol do bem estar de nossas crianças e adolescentes. Em meu trabalho, vivencio e acompanho todos os benefícios que este serviço de apoio traz para a educação de Teutônia”, expõe.

 

O que foi feito neste primeiro ano

           Em pouco mais de um ano de atividades, o Semear executou diversas ações e auxiliando na redução de conflitos, além de estar ao lado dos alunos, professores e pais ou responsáveis. Aproximadamente 305 alunos foram atendidos até o momento.

Até o início de agosto de 2018, o Semear realizou, dentre outras ações:

- Atendimentos psicológicos;

- Atendimentos psicopedagógicos;

- Atendimentos fonoaudiológicos;

- Triagem fonoaudiológica nas escolas municipais, com foco nas turmas de Educação Infantil;

- 23 círculos de Construção de Paz;

- Intervenções por meio de Constelações Familiares, desde o início de 2018;

- Assessoria nas escolas;

- Participação de reuniões pedagógicas nas escolas, quando solicitado;

- Assessoria e orientações aos pais;

- Formação para estagiários, com diversas abordagens, dentre elas a inclusão, manejo de alunos com necessidades educativas especiais (NEE), ética e profissionalismo;

- Formação para professores e monitores das turmas de Educação Infantil da rede municipal e comunitária, com o tema Pré-Requisitos para Alfabetização;

- Consultas médicas por meio de parceria com a Unimed;

- Encaminhamentos para profissionais de outras áreas e serviços;

- Encaminhamentos e realização de Avaliações Neuropsicológicas, que permitem maior esclarecimento no tipo de atendimento necessário aos alunos com alguma NEE;

- Encaminhamentos para Apae;

- Reuniões mensais com demais serviços do município, como Casa Mental, Cras, Creas e Conselho Tutelar;

- Orientações aos motoristas do transporte escolar;

- Vivência com serventes e merendeiras das escolas municipais.

 

Serviço pioneiro no Estado

           O Semear é considerado pioneiro no Estado justamente por integrar, em um único serviço, atendimento especializado e ação restaurativa. Além de crianças e jovens, pais e professores também recebem assessoria e orientação do serviço, além de participarem de práticas restaurativas, que visam a resolução de conflitos e/ou danos e o reestabelecimento de vínculos, contribuindo para modificar comportamentos e prevenir a violência.

           Todos os profissionais que atuam no serviço já trabalhavam nas escolas do município. Agora, o serviço é facilitado graças à centralização e profissionalização dos atendimentos. Após o encaminhamento do aluno pelas escolas, os profissionais do Semear conversam com os pais, avaliam as dificuldades de aprendizagem e/ou emocional apresentadas pelas crianças e, a partir daí, começam o acompanhamento terapêutico com alunos, pais e escola. Todas essas medidas visam a atenção, saúde e aprendizagem dos alunos.

           Para o secretário de Educação, Paulo Brust, o trabalho desenvolvido pelo Semear na rede municipal de educação está sendo de suma importância. “Os profissionais do Semear já trabalhavam nas nossas escolas e conhecem a realidade das nossas crianças. Assim, eles têm propriedade para atuar em parceria com as instituições de ensino para o bem dos alunos e da educação. Sinto-me gratificado em fazer parte deste momento importante para a educação teutoniense e ver que a semente plantada no início do ano passado está colhendo bons frutos. Parabéns a todos os profissionais que atuam neste importante serviço”, frisa.

           O prefeito, Jonatan Brönstrup, da mesma forma enaltece a importância do Semear para o município. “Comprometemo-nos a cuidar das pessoas. Por isso, está sendo gratificante ver que, nas nossas escolas, este processo está se outorgando através dos serviços prestados pelo Semear. Sem sombra de dúvida, a educação de Teutônia vive um novo momento e muito disso se deve ao Semear”, sublinha.

 

 

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer

CRÉDITOS DA FOTO: Édson Luís Schaeffer/divulgação

 

Assessoria de Imprensa
Prefeitura de Teutônia

voltar

Resultado da loteria

Extração nº 5311
Realizada em 18/08/2018
1º - 38113
2º - 70813
3º - 51184
4º - 15243
5º - 46256

Recados

16/08/2018 14:06:50
jonas
olá toca a nova da banda ceu e cantos musica que fase do jonas para milena

15/08/2018 14:37:06
Francine Silva
Toca a musica do Marcos farias, o cupido e oferece para o pessoal de Fazenda Vila nova, especialmente pro meu namorado Vitor.

15/08/2018 14:26:59
Francine Silva
toca o cupido de Marcos farias, oferece pro meu namorado Vittor e para todo o pessoal de Vila nova que está na escuta da radio.

11/08/2018 22:22:36
Jéssica Tietz
Quero participar da promoção do dia dos pais Jéssica Tietz Westfalia 51 997594747


2012 Rádio Tirol FM 87.5 Fone: (51) 3762-3035. Todos os direitos reservados.