Histórico


A Rádio Tirol recebeu a outorga do Ministério da Comunicações em 23 de dezembro de 2008, e foi publicado na portaria n° 1119 do DOU (Diário Oficial da União) de 07 de janeiro de 2009.
Operando sob Licença Provisória nº 000044/2010-RS emitida pelo Ministério das Comunicações em 18/03/2010.

Você também quer ser parceiro da Rádio Tirol? Então nos contate pelo telefone 3762-3072.

Teutônia - História 1

Teutônia surgiu em 1858, quando o comerciante Carlos Schilling adquiriu terras devolutas na região. Buscando aumentar as chances de sucesso da colônia foi fundada a Empresa Colonizadora Carlos Schilling, Lothar de la Rue, Jacó Rech, Guilherme Kopp & Companhia, todos membros do alto comércio de Porto Alegre. O nome Teutônia tem sua origem provavelmente no prefixo ?Teuto-?, que significa de origem germânica. Este nome surge como um nome tribal de Teutões, eles, juntamente com os Cimbrianos (existem algumas comunas cimbrias no norte da Itália na região de Belluno e Trento), foram aniquilados pelos Romanos.

Em 1861 foi iniciada a medição e divididos os 600 prazos coloniais, com superfície variável de 30.000 a 200.000 braças quadradas. Despesas de transmissão, escrituras, conflitos de divisas e disputas por fontes de água causaram o atraso nas vendas e vinda de colonos.

Os primeiros habitantes chegaram em maior número a partir de 1865, sendo imigrantes alemães oriundos da antiga colônia de São Leopoldo. Em 1868, mais imigrantes vieram da Alemanha, principalmente das regiões de Vestfália, Pomerânia, Saxônia, Boêmia e Silésia. Os alemães adquiriam as terras e se dedicavam à agricultura. Posteriormente, pequenas indústrias foram criadas pelos imigrantes, principalmente calçadistas. Teutônia se municipalizou em 1981, antes fazia parte do município de Estrela. Teutônia adotou o dia 24 de maio como dia do município porque foi nesta data que ocorreu o plebiscito que deu a vitória do "sim" a favor da emancipação.

A instalação da nova comuna aconteceu no dia 31 de janeiro de 1983, cuja primeiríssima sessão da Câmara de Vereadores presidida pelo vereador e professor Selby Wallauer, recebeu o juramento do Prefeito Elton Klepker e do vice Silvério Luersen.


História Teutônia 2

Como sabemos o município de Estrela começou a ser regularmente povoado no ano de 1856. Os primeiros habitantes eram em sua maioria alemães ou descendentes deles provenientes do município de São Leopoldo.
No ano de 1858 foi fundada a segunda colônia denominada Teutônia. Sua população em 1862 era de 258 habitantes. Exportavam seus produtos através de carroças via Estrela ou porto dos Barros, uma estação de embarcações do Rio Taquari. Plantava-se feijão, milho, batatas, arroz, mandioca, favas, fumo e erva-mate. Nesta época a indústria era pouco desenvolvida, porém se destacavam a produção de banha, manteiga, e azeite de amendoim.
A idéia de criar uma colônia particular coube ao comerciante e atacadista Sr. Carlos Schilling, que em 1858, adquiriu as terras devolutas para construir a Colônia Teutônia. A denominação de Teutônia seria uma referência às tribos bárbaros dos teutões, que tinham sido moradores das margens do Mar Báltico e de muita influência na formação do povo alemão. Seria, a nível de Rio Grande do Sul - Brasil, uma importante referência ao empreendimento de Germânicos, que praticamente dominaram na ocupação de Teutônia. Em 1862 o agrimensor Lothar de La Rue deslocou-se para Teutônia, iniciando as medições e separações dos lotes de terras. Neste mesmo ano, vieram os colonos da Velha Colônia São Leopoldo para desbravar a área sul de Teutônia. Entre os anos de 1868 e 1876 vieram aproximadamente 300 (trezentas) famílias, imigrantes alemães vindos principalmente de Kappeln, Lotte, Lanbergen, Leeden, Lengerich, Niedersachen, Osterberg, Waterkappeln e de Gaste - Osnabrück.
A partir de 1861 o comerciante e administrador foi Carlos Arnt. Em 1878 foi criado um distrito policial. Em 1883 a Colônia Teutônia contava com 2.500 habitantes e produzia 10.000 sacos de feijão, 20.000 sacos de milho e 45.000 kg de banha. Em 1885 a Colônia de Teutônia é elevada à categoria de Freguesia. Em 18/10/1892 é Reorganizada através de Lei Orgânica Municipal a antiga fazenda Teutônia, que passa a ser 2º Distrito de Estrela e denominar-se Pinheiro Machado. Em 17/06/1955 é criado o Distrito de Canabarro, fixa seus limites e determina sua sede. Em 19/10/1972 é fixado o limite do perímetro urbano da Vila de Languirú. Em 18/01/1973 Vila Schmidt é declarada área urbana.

História Teutônia 3

1858 - É fundada a Colônia Teutônia por Carlos Schilling.

1861- Forma-se a sociedade colonizadora nomeada de "Empresa Colonizadora Carlos Schilling, Lothar de la Rue, Jacob Rech, Guilherme Kopp & Companhia", que adquire meia légua quadrada de terras para acesso a nova colônia.

1862 - Lothar de la Rue é nomeado 1º diretor da colônia e começa a medição de 600 prazos coloniais e 20 picadas.

1863 - Inicia a 1ª fase da ocupação na Picada Hermann (Germana) e Glück-auf (Canabarro). Christiano Schwingel adquire a 1ª colônia.

1864 - A colônia já possui 16 casas e 70 habitantes.

1865 - Chega a nova colônia o pastor evangélico luterano Johann Friedrich Wilhelm Kleingünther, oriundo da Westfália.

1868 - Instala-se a 1ª venda (casa de comércio) em Glück-auf, por Karl Arnt, que também se torna sócio da companhia colonizadora, (2ºdiretor). Karl Arnt, juntamente com o recém chegado professor e pastor Ernst Janfrüchte, fundam a escola comunitária e igreja de Glück-auf. Também foi fundada neste ano a Comunidade Paz de Teutônia.

1870 - A Colônia Teutônia já tem 1000 moradores. É fundada a Comunidade Evangélica Zion, em Picada Frank e Schmidt e a Comunidade Evangélica Cruz, de Picada Clara. Glück-auf já tem duas escolas.

1872 - Assume o 3º diretor da colônia Oscar von Boronski.

1873 - Heinrich Beckmann e Gustav Adolf von Grafen, atuam como pseudo-pastores. Ocorre uma grande seca. Chega a colônia o pastor Ferdinand Häuser. Na Picada Frank é criada a escola comunitária. Chegam as primeiras famílias austríacas na Picada Hermann, criando a Colônia Neu Osterreich, (Nova Áustria).

1874 - As comunidades evangélicas da Boa Vista, Clara, Glück-auf e Schmidt, adquirem terras para instalar seus cemitérios, construir escolas e igrejas. Em Picada Clara foi criado o Kriegerverein Teutônia, que mais tarde formou a Sociedade dos Atiradores de Linha Clara.

1875 - Na Picada Boa Vista é fundada e escola comunitária assumida pelo professor Richard Dreschler.Tem início a 3ª fase da colonização, com a criação das Picadas Horst, Huch ou Krupp, Berlim, Moltke, Frederico Guilherme, Arroio Seco, Silveira Martins e Köln. É lançada a pedra fundamental da Igreja da Paz de Teutônia.

1876 - É criado em 20 de maio, o município de Estrela. Foi encaminhado um memorial para a criação de uma escola do sexo masculino por moradores de Glück-auf e Hermann. Jacob Kilpp é diretor interino de Teutônia. Foi fundado o 1º coro da colônia "Deutsches Sänger", posteriormente Sociedade de Cantores Aliança da Frank, sob a regência de Heinrich Beckmann.

1877 - A "Empresa Huch & Companhia", solicita por memorial à Assembléia Provincial, a construção de uma ponte sobre o Arroio Boa Vista. É criado em Teutônia o distrito de Paz.

1878 - Roberto Júlio Paulsen torna-se 0 5º diretor de Teutônia e cria-se um distrito policial. Teutônia já tem população estimada em 2.241 pessoas.

1879 - Em Taquari é fundada a "Navegação Arnt Ltda", por Jacob Arnt Filho, para escoamento da produção pelos portos fluviais do Rio Taquari.

1880 - Em Picada Clara foi criado o Coro Misto.

1881 - Constituiu-se oficialmente, por Karl Arnt e Henrique Bier, a "Empresa Colonizadora Arnt e Bier" que colonizou a Picada Hermann e Neu Osterreich.

1882 - O Ato nº58 do Município de Estrela cria, o 3º distrito de Teutônia, em 26 de abril. Instala-se o 1º Tabelionato de Estrela, que também efetua os registros de compra e venda da Colônia Teutônia.

1883 - Cria-se o Coral Escolar da Picada Schmidt. A Colônia Teutônia conta com 2.500 habitantes e sua exportação era assim calculada: 10.000 sacas de feijão, 20.000 sacas de milho e 45.000 kg de banha.

1884 - Em 17 de setembro, a Capela de Bom Jesus recebe permissão para construir sua igreja católica de Bom Jesus de Teutônia.

1885 - Em 4 de dezembro, a Colônia Teutônia é elevada a categoria de Freguesia, pela Lei Provincial nº1519. É criada a Paróquia "Bom Jesus de Teutônia" (Teutônia Norte). A Comunidade Evangélica Zion da Frank, constrói a sua igreja. É fundado o Coral "Fröhsin, na Picada Boa Vista.

1886 - A Lei Provincial nº 160, cria o Município de Estrela, ao qual pertence Teutônia. A planta da Colônia Teutônia é elaborada por Fernando Ehlens. É constituída a "Sociedade Huch & Sociedade". Construção da Igreja Evangélica Paz de Teutônia.

1887 - No 3º Distrito da Vila de Estrela, é criado o Cartório do Escrivão de Paz da Freguesia do Senhor Bom Jesus de Teutônia. Inauguração da Igreja da Paz na Paróquia Teutônia Norte.

1888 - Na Colônia Teutônia já foram fundadas 9 comunidades evangélicas, 15 escolas particulares e possui 3 pastores.

1889 - Walter Wienandts torna-se o último diretor da colônia.

1890 - O Pastor Wilhelm Hasenack veio para a Paróquia Teutônia Norte. É fundada a Comunidade Evangélica de Arroio da Seca, hoje Imigrante. Christiano João Schmidt é o 1º professor público do sexo masculino na Colônia Teutônia. A Colônia Teutônia tem uma população estimada de 3.600 moradores, dos quais 564 são eleitores. É fundado o Coro Misto Lira de Teutônia.

1891 - Pinheiro Machado (atual Languiru), Teutônia e Glüch-auf (atual Canabarro), passam a pertencer ao 2º distrito criado pelo Ato nº57.

1892 - É criada a Comunidade Evangélica Bethânia de Boa Vista. Início da construção da represa no Arroio Boa Vista, por Guilherme Schonhorst, para instalação de serraria, moinho e turbina de geração de energia elétrica.

1893 - Os federalistas se instalam com um acampamento na Picada Neuhaus durante a Revolução Federalista.

1894 - Os federalista degolaram os colonos Karl Dickel e Philipp Frank.

1895 - A sede da Paróquia de Glück-auf, foi mudada para Teutônia pelo pastor Hasenack. Termina a revolução Federalista.

1898 - Na Picada Hermann foi fundada a Comunidade Evangélica Melanchton.

1899 - A Loja Maçônica "Luz de Teutônia", é instalada em Glück-auf.

1900 - A Colônia Teutônia chega a população estimada em 4.869 habitantes.

1903 - São comercializados os últimos prazos colônias. Na Picada Catarina é criado o Coro de Homens Concórdia.

1906 - A Igreja Evangélica em Teutônia é dividida em "Teutônia Sul" com sede em Glück-auf e "Teutônia Norte" com sede em Teutônia.

1908 - Em 28 de setembro, falece o pseudopastor Gustav Adolf von Grafen, que celebrou 2.500 batizados e 148 casamentos.

Fonte: Texto modificado extraído do livro Colônia Teutônia: História e Crônica, de Guido Lang.

A Emancipação de Teutônia:
O município de Teutônia que pertencia a Estrela tentou sua emancipação política administrativa 1963, cujo movimento foi interrompido devido algumas dúvidas surgidas nos três distritos principais (Teutônia, Languiru e Canabarro).
Com o Dr. Hércio Pêgas presidindo uma comissão de lideranças, foi retomado o movimento em 1976, o povo foi ao plebiscito em 24 de maio de 1981 e Teutônia obteve sua emancipação consagrada nas urnas por ampla maioria.
Em 31 de janeiro de 1983 foi instalado o novo município com posse do primeiro prefeito eleito Elton Klepker. O novo município explode em festas e entusiasmo para o progresso. Em seguida foi construído um moderno Centro Administrativo em estilo enxaimel em gratidão aos imigrantes westfalianos.

http://aepan.blogspot.com/
Geografia
O Vale do Taquari localiza-se na região central do Estado do Rio Grande do Sul. Distante, em média, 150 quilômetros de Porto Alegre, com 4.821,1 Km² de área (1,71% da área do Estado do RS) e 327.822 habitantes (3,07% do estado – Censo Demográfico 2010), a região situa-se às margens do rio Taquari e afluentes, na extensão compreendida entre os municípios de Arvorezinha e Taquari, estendendo-se, ao oeste, até os municípios de Progresso e Sério e, ao leste, até Poço das Antas e Paverama, com um total de 36 municípios.

Organizada politicamente em torno de entidades como Associação dos Municípios do Vale do Taquari - AMVAT e Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari - CODEVAT (cujo presidente é o Sr. Ney José Lazzari, que também é Reitor da Univates), a região caracteriza-se por discutir e planejar as iniciativas de cunho socioeconômico e cultural de abrangência supramunicipal.

Compõem o Vale do Taquari 36 municipios:

Anta Gorda, Arroio do Meio, Arvorezinha, Bom Retiro do Sul, Canudos do Vale, Capitão, Colinas, Coqueiro Baixo, Cruzeiro do Sul Dois Lajeados, Doutor Ricardo, Encantado, Estrela, Fazenda Vilanova, Forquetinha, Ilópolis, Imigrante, Lajeado, Marques de Souza, Muçum, Nova Bréscia, Paverama, Poço das Antas, Pouso Novo, Progresso, Putinga, Relvado, Roca Sales, Santa Clara do Sul, Sério, Tabaí, Taquari, Teutônia, Travesseiro, Vespasiano Corrêa, Westfália.

Teutônia tem polulação de 27.215 habitantes (IBGE/2009), o município possui uma circunscrição territorial de 179,17 km². Está localizado na região do Vale do Taquari, mais precisamente na encosta inferior do nordeste. Suas coordenadas geográficas são: 51°47?57? W de longitude; 29°26?36? S de latitude.

A altitude média é de 83 metros (ponto mais baixo: 37,5 metros; ponto mais alto: 600 metros). O território do município é banhado pelo Arroio Boa Vista, que deságua no Rio Taquari.
Teutônia faz divisa, ao norte, com os municípios de Imigrante e Westfália; a oeste com Estrela e Colinas; ao sul com Fazenda Vilanova e Paverama; e a leste com Poço das Antas, Barão, Boa Vista do Sul e Maratá.
O arroio Boa Vista foi aproveitado já a partir do ano de 1869 com a instalação de uma roda d'água que moveu o primeiro moinho de milho. O proprietário e imigrante alemão Johan Rudolf Schonhorst após instalou uma serraria e uma carpintaria sendo este germânico o pioneiro na construção de salas de aula em estilo enxaimel.
No ano de 1932, Henrique Sommer construiu no mesmo local uma barragem e instalou uma turbina e um gerador produzindo então energia elétrica para as localidades de Boa Vista, Languiru, Boa Vista Fundos, Linha Capivara e Linha Frank.
Atualmente vários amadores e profissionais do esporte Skate Long Board e Downhill tem visitado o local para prática do esporte. Além desses, no mês de maio, nas comemorações do aniversário de emancipação, ocorrem os maiores encontros de motociclistas e automóveis antigos do Vale do Taquari promovido pelo motoclube local, com apoio municipal. Este evento atrai visitantes de diversas cidades do estado, de outros estados e de países vizinhos.

Lagoa da Harmonia

A natureza permitiu que Teutônia tivesse um lindo lago artificial, com água límpida e perene, a 500 metros de altura, aproximadamente, conhecido por Lagoa da Harmonia. Este é o maior cartão postal do município, com uma beleza ímpar. Sua construção se deu na década de 1950, liderada por Reinoldo Aschebrock, com o objetivo de armazenar água para a geração de energia elétrica (PCH), dando origem à Cooperativa de Eletrificação Rural Teutônia Ltda (Certel), hoje a maior e mais antiga cooperativa do gênero no Brasil.
O nome Tirol
O Tirol é uma região histórica da parte ocidental da Europa Central, que inclui o estado do Tirol na Áustria e as províncias italianas província autônoma de Trento e província autônoma de Bolzano na região autônoma do Trentino-Alto Ádige (ou "Trentino-Südtirol").
No fim da Primeira Guerra Mundial as tropas do Império Austro-Húngaro foram derrotadas na batalha de Vittorio Veneto em 29 de outubro de 1918. Apesar do subseqüente armistício firmado em 3 de novembro (que passaria a valer a partir do dia seguinte), o comando austríaco recuou imediatamente, o que permitiu que as tropas italianas capturassem 356 mil soldados austríacos (Kaiserjäger) e ocupasse o Tirol, incluída a parte setentrional (Tirol Meridional) formada pelas regiões Südtirol e Trentino (Welschtirol).

O Tratado de Saint-Germain-en-Laye estabeleceu que a parte meridional do Tirol seria cedida à Itália, o que incluía não apenas a região italianófona do Tirol, chamada então Trentino, mas também a parte germanófona hoje administrativamente conhecida como Província Atônoma de Bolzano (Südtirol) - à época apenas 3% da população era de língua italiana. A região do Trentino, o "Tirolo italiano", também adquiriu autonomia, para que as tradições tirolesas da área fossem protegidas, inclusive das minorias de língua alemã e ladina em seu território: Val de Mòcheni (Fersental), Luserna (Lusern) Val di Fassa (Val de Fascia).

Quanto a parte italiana, a região hoje pertencente à Itália possui a maior autonomia administrativa da Europa, para que garanta sua identidade étnica, lingüística e cultural. Entretanto, não faltaram durante os anos que se seguiram tentativas de "italianização" da região tirolesa, principalmente no Südtirol de maioria alemã.

Na parte austríaca, o Tirol é um dos estados federados da Áustria. Localizado no oeste do país, sua capital é a cidade de Innsbruck, na parte principal do estado; uma faixa de 10–20 km de Salzburgo separa-a da outra porção, a sudeste, em resultado da perda do parte sul da região (Tirol Meridional). É a região dos Alpes Suíços.

Seus 12 648 km² fazem do Tirol o terceiro estado austríaco em área; com 673.504 habitantes, tem a quinta população do país. A seção principal tem fronteiras com a Baviera (Bayern, da Alemanha) a norte, o Tirol Meridional (Trentino-Südtirol) na Itália ao sul, e a oeste está Vorarlberg. O Tirol Oriental (Östtirol) tem fronteira com a Itália (Südtirol) e a Caríntia (Kärnten).

http://pt.wikipedia.org/wiki/Tirol
História
A história de Teutônia está relacionada com a da imigração alemã, iniciada em 1824, com a criação da Colônia Alemã de São Leopoldo e a chegada dos primeiros colonizadores. Antes disso, a região era ocupada por indígenas da tribo Guaianazes, pertencentes à nação Tupi-guarani.

A idéia de criar a Colônia de Teutônia foi do comerciante atacadista Carlos Schilling que, em 1858, adquiriu terras devolutas para dar início ao seu projeto. Logo iniciou a venda de lotes, cada um com 500 braças quadradas. Para fazer frente às crescentes despesas do investimento, Carlos Schilling criou, junto com outros sócios, a "Empresa Colonizadora Carlos Schilling, Lothar de la Rue, Jacob Rech, Guilherme Kopp e Companhia". Em 26 de novembro de 1861, esta empresa adquiria mais uma área de terra para o acesso a nova colônia. Área esta pertencente ao então município de Taquari. Em 1862 a referida empresa nomeou o agrimensor Lothar de la Rue como diretor da Colônia, com o objetivo, entre outros, de executar os serviços de medição das terras.

Durante a Guerra do Paraguai, uma comissão de suíços e alemães, estabelecidos na província argentina de Corrientes, sem esperança de prosperar, percorreu os núcleos coloniais do Rio Grande do Sul, optando por transferir-se para a Colônia de Teutônia.

Nos anos de 1865/1866 chegaram a Teutônia os primeiros colonos, boa parte vinda da antiga zona colonial de São Leopoldo, alguns de Santa Catarina e outros diretamente da Alemanha (Pomerânia, Saxônia, Boêmia, Silésia) e da colônia frustada de São Carlos, na Argentina.

Em 1868, com a saída de La Rue, Carlos Arnt assumiu a direção da Colônia. Nesse mesmo ano, a chegada de 41 imigrantes Westphalianos deu novo impulso ao processo de desenvolvimento da região.

Sobre a formação das primeiras comunidades, sabe-se que a primeira picada aberta em Teutônia foi a "Gluck Auf", ou seja, "Picada da Boa Sorte" (hoje bairro Canabarro), que contava com 48 lotes já no ano de 1858. Em 1860 foi aberta a Picada Hermann (Linha Germano), com 56 lotes e, em 1865, a Picada Boa Vista, com 52 lotes, seguindo-se a Picada Frank, em 1868, com 92 lotes. De 1869 a 1870: Picada Schmidt, Picada Clara e Picada Welp, com 49, 23 e10 lotes, respectivamente. Outras picadas foram abertas entre 1872 a 1878, como a Picada Catarina.

A população, naquela época, já estava em 2.241 pessoas, constituída por 386 famílias.

Desde então, o atual Município de Teutônia passou por um notório processo de desenvolvimento econômico e social, acelerado a partir de 24 de maio de 1981, com o advento da emancipação política, e que perdura até os dias atuais.
Características
O município foi emancipado em 24 de maio de 1981, criado pela Lei 7.542, de 5 de outubro do mesmo ano, e instalado oficialmente em 31 de janeiro de 1983.

A população total do município era de 25.105 habitantes, de acordo com a Contagem da População do IBGE (2007).

Sua Área é de 179 km² representando 0.0666% do Estado, 0.0318% da Região e 0.0021% de todo o território brasileiro.

Seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0.816 segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD (2000).

Gentílico: Teutoniense

Microrregião: Lajeado-Estrela

Mesorregião: Centro Oriental Rio-Grandense

Altitude da Sede: 100 m

Distância da Capital: 85,52Km

- Aspectos Físicos

Teutônia limita-se com os municípios de Imigrante, Westfália, Estrela, Colinas, Fazenda Vilanova, Paverama, Poço das Antas, Barão, Boa Vista do Sul e Maratá.

O relevo é marcado por áreas onduladas. A maior altitude é de 600 metros, no Morro da Harmonia. O clima é subtropical. O território do município é banhado pelos arroios Boa Vista e Posses, que deságuam no Rio Taquari.

- Economia

Teutônia é a terceira economia entre os 39 municípios filiados à Associação dos Municípios do Vale do Taquari (AMVAT), de acordo com o índice de retorno do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A base da economia é a agropecuária com uma produção bastante diversificada. Na pecuária destaca-se a bovinocultura leiteira, a avicultura, a suinocultura e a criação de aves de postura. A principal cultura é o milho, seguindo-se de produtos de subsistência como feijão, aipim, batata e hortaliças. A produção de lenha (acácia e eucalipto) também merece destaque.

Uma característica das propriedades rurais é o minifúndio, com a média de 8,8 hectares por propriedade.

O setor industrial é liderado pela indústria alimentícia e pela indústria calçadista, seguidas pelos setores de esquadrias, moveleiro, metalúrgico e lapidação de pedras.

- Cultura

No âmbito cultural, o município destaca-se pelo excelente desempenho na música. São mais de 40 sociedades organizadas de canto coral, além da música instrumental, representada pela Orquestra Municipal de Teutônia. Existe ainda o Coro Municipal, diversos Grupos de Danças Folclóricas, Teatro e o Centro Cultural 25 de Julho.

Também destacam-se os eventos como o Natal "Luzes do Deus Menino", na Páscoa a Paixão de Cristo, o Encontro de Carros Antigos, o encontro de motociclistas "Teutomoto", shows e espetáculos, além da Festa de Maio, que acontece a cada dois anos, celebrando o aniversário de Teutônia.

O município é responsável pela criação oficial da primeira rota turística, a Rota Germânica, que se constitui de 14 pontos de visitação. Nesses pontos, pode-se conhecer um pouco mais da cultura germânica, através das tradições que ainda hoje são cultivadas, como é o caso do sapato-de-pau, ou do Empreendimento Matinho, local para desfrutar da gastronomia típica germânica. Também fazem parte da Rota Germânica o engenho Quatro Ventos, a Caprinocultura Kreimeier, o Teuto Brick, a Pousada Recanto do Riacho, a Comunidade Típica Alemã de Linha Clara, o Antick Haus Bergmann, o Pesque-pague Stahlhöffer, Champy Empreendimentos, Soll Cogomelos, Artesanato e Floricultura Musskopf, Lagoa da Harmonia, além do Centro Administrativo.

O Centro Administrativo, cartão de visita do município, foi construído numa quadra central de 14.000 m² de terrenos planos em nível mais elevado, o que lhe dá uma bela vista panorâmica. A construção perfaz mais de 5.800 m² construídos em 64 módulos, com estilo arquitetônico que lembra o estilo arquitetônico enxaimel, perpetuando a gratidão do povo de Teutônia aos seus antepassados. Nos quatro quadrantes ajardinados existem: O Relógio de Flores (a noroeste), símbolo da pontualidade do povo germânico, o Museu Henrique Uebel (à sudoeste), que guarda objetos centenários dos 1º imigrantes, inclusive os 7 instrumentos do Homem Orquestra, que os tocava simultaneamente, obra única no mundo; o Lago no formato do mapa do Município (à sudeste); e à nordeste a praça das tradições, onde localizam-se o enorme par de Sapatos de Pau, símbolo dos colonizadores Westphalianos, o poço dos milagres, uma moenda e um forno a lenha.

O centro foi construído em 1986, estando localizado no Centro geográfico dos Bairros de Canabarro e Languiru. Sedia, além da Prefeitura Municipal, órgãos públicos e de prestadores de serviços.

O Lago da Harmonia, a 500m de altura aproximadamente, é outro ponto turístico.


Fonte: IBGE

Resultado da loteria

Extração nº 5182
Realizada em 24/05/2017
1º - 80762
2º - 51180
3º - 81135
4º - 46391
5º - 22508

Recados

19/05/2017 09:54:55
franciele teotonia
queria ouvir a musica voce estas em tudo do musical dallas e mandar pra minha mae que esta completando 39 anos hoje; um abraço

14/05/2017 09:00:16
lacir freisleben
quero deixar o nome da mae edi freisleben toca a musica mari unthi gret 37540320

14/05/2017 06:58:16
Erni e MARCIA Hartmann
Bom dia Claiton tudo bom!Quero homenagear minha mãe Melenea pela passagem do dia das mães e para as minhas cunhadas que estão na escuta.quero participar do sorteio meu telefone 996547299.toca se possível uma do monte azul.um abraço.

13/05/2017 07:56:25
lacir freisleben
quero deixar o nome da mae edi freisleben toca a musica gosto que me enrosco


2012 Rádio Tirol FM 87.5 Fone: (51) 3762-3035. Todos os direitos reservados.