Encantado | Cooperativas e entidades solicitam alterações no Plano Safra
28/11/2017

Reivindicações visam trazer melhores condições à agricultura familiar

 

        O Plano Safra 2018 foi a pauta de um encontro realizado na sede da Dália Alimentos na segunda-feira, dia 27 de novembro. A cooperativa de Encantado foi a anfitriã do evento que reuniu em torno de 60 pessoas entre lideranças políticas, representantes das cooperativas Dália, Languiru, Santa Clara e Piá, da Emater/RS-Ascar e do Sicredi. O objetivo foi debater as propostas que serão encaminhadas ao Governo Federal, visando algumas correções e adequações ao Plano Safra 2018, principalmente aos aspectos ligados à agricultura familiar.

        O presidente Executivo da Dália Alimentos, Carlos Alberto de Figueiredo Freitas, abriu e conduziu os trabalhos, dizendo que a ideia do encontro surgiu entre as quatro cooperativas, junto com a Emater/RS-Ascar, com a finalidade de elencar propostas para melhorar as condições do plano, principalmente aquelas voltadas às taxas de juros. “O motivo deste encontro é única e exclusivamente visando ao agronegócio. Há gargalos que impedem o desenvolvimento e por isso essa mobilização que conta e precisa do apoio de todos, principalmente o político. Este encontro marca o início de um forte e importante trabalho”. E complementou: “somos mentores, mas queremos que este pleito seja executado em nível estadual”.

        Em nome das cooperativas presentes, falou o vice-presidente da Languiru, Renato Kreimeier, que enalteceu a importância do agronegócio para o Brasil, citando que, direta e indiretamente, aproximadamente 100 mil pessoas estão ligadas às quatro cooperativas. “Em torno de 70% dos alimentos produzidos no Brasil provém da agricultura familiar e estas solicitações que estamos externando são pleitos de longa data”. Presente no evento, o secretário de Estado do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcisio José Minetto, manifestou apoio à causa e comentou que, desde 2015, o Estado investiu R$ 35 milhões na agricultura familiar.

        Também participaram do encontro os deputados estaduais Edson Brum, Sérgio Turra e Elton Weber, que são ligados ao agronegócio e apoiam a pauta e demandas explanadas no dia. Brum ressaltou que “queremos mudanças na legislação federal”. Weber classificou o momento como uma reunião histórica e que a discussão é em nível nacional, defendendo que não há como desenvolver um Plano Safra uniforme para todo o país. “É preciso trazer as demandas para cada realidade e região. Não vai ser fácil, mas também não impossível”. Turra, vice-presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo, da mesma forma, manifestou apoio e observou que é preciso modificar a realidade do país. “O agro é a salvação das lavouras e do país. Vocês podem contar com a nossa mobilização”, externou.

        Prefeitos, vices e secretários também contribuíram com o debate, colocando suas manifestações. O vice-prefeito de Venâncio Aires, Celso Krämer, disse que as propriedades estão sendo abandonadas e que é preciso focar na juventude. “Precisamos de políticas públicas”. O prefeito de Westfália, Otávio Landmeier, que também é agricultor, citou a relevância de abordar questões primárias e relatou que o município registrou redução no número de terraplenagens, o que influencia para o fim de várias propriedades rurais. “Caso continue assim, será o fim da atividade leiteira”, disse, elogiando a iniciativa do encontro. “Onde tem cooperativismo, tem desenvolvimento”.

        O prefeito de Nova Bréscia, Marcos Martini, reiterou que os municípios devem unir esforços para fazer com que os jovens permaneceram nas propriedades. “Uma das preocupações é quanto à sucessão familiar e ao receio de investimentos por parte dos produtores em virtude das altas taxas de juros com as quais se deparam”.

        O secretário de agricultura de Teutônia, Gilson Hollmann, apresentou dados e demonstrou a preocupação em relação ao abandono de 117 famílias da atividade leiteira, entre os anos de 2014 a 2016, em Teutônia. “Está na hora das coisas começarem a acontecer, de cima para baixo”.

        O presidente do Conselho de Administração da Dália Alimentos, Gilberto Antônio Piccinini, encerrou o evento, ponderando que as cooperativas estimulam os jovens a permanecerem no campo, contudo, apenas isso já não é mais suficiente diante das dificuldades encontradas. “Este é o início de um grandioso trabalho que, certamente, evitará o êxodo rural e que trará de volta a vida no campo. Estamos trabalhando em equipe e são vários esforços que farão a diferença e a busca dos objetivos”.

 

Preposições sugeridas:

- Imediata revisão das taxas de juros do atual Plano Safra para a agricultura familiar;

- Readequação de linha de Crédito Pronaf Jovem (16 a 29 anos);

- Readequação da linha de Crédito Pronaf Eco Sustentabilidade Ambiental;

- Adequações no Programa Nacional de Crédito Fundiário;

- Moradia Rural;

- Fortalecimento das entidades de extensão rural e Pesquisa Oficial em nível de unidades federativas;

- Redução de taxas de impostos em infraestruturas produtivas voltadas ao setor primário.

 

 

Foto: Carina Marques

Assessoria de Imprensa Dália Alimentos

Jornalista Carina Marques

voltar

Resultado da loteria

Extração nº 5439
Realizada em 09/11/2019
1º - 059761
2º - 042421
3º - 048711
4º - 014600
5º - 020566

Recados

11/10/2019 15:34:09
Pedro
Toca CPM22

11/10/2019 08:54:29
Fabricia
Quero particia do sorteio dia das criana Caio Azevedo Valentina Amaral Cidade teutonia 986608267

11/10/2019 08:52:28
Fabricia
Quero participa do sorteio dia da criana valentina do Amaral Caio Azevedo

06/10/2019 15:42:53
Jane Paz de Andrade
Quero participar da promoao do dia das crianas nome dos meus bebes Vittor jr andrade da silva Tho vinicius Andrade da silva. 985271661


2012 Rádio Tirol FM 87.5 Fone: (51) 3762-3035. Todos os direitos reservados.